CURSO BÁSICO DE VIOLÃO – O QUE SÃO ARPEJOS?

Se você toca algum instrumento ou está aprendendo a tocar, já deve ter lido ou ouvido falar em arpejos. Provavelmente você deve ter ser perguntado o que é um arpejo e não ficou muito certo do que realmente quer dizer isso. Mas, saiba que você não está sozinho. Afinal, o que são arpejos? Por isso, hoje vamos falar sobre esse assunto e simplificar ao máximo isso para você.  Confira e tire suas dúvidas!

A palavra arpejo ou harpejo é de origem italiana arpeggio, cujo significado é ao “modo da harpa”.  Por ser um conceito universal vale para todos os tipos de instrumentos e diz respeito a uma das formas em que se toca um acorde.  Mas, antes de falar sobre arpejos, precisamos relembrar o que é um acorde.

 

Aprenda a tocar violão - arpejos

Relembrando o que é um Acorde

Um acorde é a união de duas ou mais notas tocadas simultaneamente e existem várias combinações possíveis de se fazer com notas para formar diversos acordes.

O acorde de Dó maior, por exemplo, é formado pelas notas Dó (C), Mi (E) e Sol (G) e as notas são tocadas todas de uma vez para formar esse acorde. Mas, como se toca todas as notas juntas? Bem, quando falamos em acordes temos que fazer várias notas ao mesmo tempo, no mínimo 3, ou seja, quando falamos em “DÓ MAIOR” estamos falando de várias notas sendo tocadas simultaneamente. Quando você faz um acorde no violão, você toca quase sempre todas as cordas, ou seja, faz 3 notas (as três notas dos acorde) ao mesmo tempo. Nós apertamos só 3 cordas para formar esse acorde, mas as outras cordas soltas são notas também e soam juntamente com as presas, sendo assim tocadas simultaneamente.

O que é um Arpejo?

Um arpejo é produzido quando as notas de um determinado acorde são tocadas de forma sucessiva, uma atrás da outra, ou seja, as notas são tocadas individualmente. Quando tocamos as mesmas três notas do acorde de Dó maior separadamente, sequenciadas em ordem definida ou aleatória, tocando nota a nota, teremos um arpejo de Dó maior. Os arpejos podem ocorrer em quaisquer acordes, sejam eles maiores, menores, com sétima, aumentados, diminutos e etc. Todos eles podem ensejar que toquemos suas notas sucessivamente ao invés de simultaneamente. O arpejo pode ser simples ou composto:

Simples: Tocam-se apenas as três últimas notas do acorde.

Composto: Tocam-se todas as notas do acorde.

Qual o objetivo de um Arpejo?

O arpejo é uma ferramenta muito importante na improvisação e composição, possibilitando saber onde estão às notas do acorde numa escala e vice-versa. O arpejo ajuda a melodia a ter uma sonoridade bastante integrada e consolidada no acorde. Outra utilização do arpejo é empregá-lo como “ponto final” de um trecho musical. Ele serve para fazer o ouvinte entender, em função da sucessão de notas, que aquele trecho chegou ao fim.

Resumindo

  • Em um acorde: tocamos todas as notas que compõem o acorde ao mesmo tempo;

  • Em um arpejo: tocamos todas as notas que compõem o acorde uma de cada vez.

Agora quando ouvir falar em arpejo saberá que as notas serão tocadas em sequência.

 

Veja também “A IMPORTÂNCIA DE ESTUDAR SOBRE O VIOLÃO”.

Compartilhe suas dúvidas, dicas e sugestões. Deixe seu comentário e compartilhe com os amigos!

danieldarezzo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *