RITMO NO VIOLÃO

O ritmo é um elemento de extrema importância para qualquer músico, pois controla a sucessão de sons dentro de um determinado tempo.  E tocar um ritmo em um instrumento é comumente um desafio para os músicos iniciantes. Entender o que é ritmo, como fazer um determinado ritmo, descobrir como faz o ritmo de uma música de ouvido são algumas das perguntas frequentes. Então confira e entenda um pouco mais sobre ritmo. E não perca a vídeo aula sobre as 5 Dicas  de Ouro para Fazer Ritmos no Violão. 

Ritmo

O ritmo musical é um movimento coordenado, uma repetição a intervalos regulares ou irregulares, forte ou fraco, longos ou breves em uma composição musical. O ritmo é a pulsação da música, determina a duração de cada som e silêncio na música e quando combinados formam padrões sonoros. A variação do ritmo pode originar composições musicais diferentes utilizando a mesma sequência de notas.

Tipos de Ritmos

curso de violão para iniciantes

Existem vários tipos de ritmos e cada vez são criados novos ritmos a partir dos ritmos existentes. Os ritmos musicais e todas as suas variações são muito presentes e diversificadas de acordo com cada região e cultura.

No Brasil cada região possui uma cultura típica e dentro delas, comidas, danças, músicas, trajes e ritmos inúmeros representam a tradição de um povo e sua cultura.  Os principais  ritmos brasileiros possuem origens diferentes e concentram-se em locais diferentes, separados pelas regiões do Brasil: Norte, Nordeste, Centro Oeste, Sul e Sudeste, representando esta diversidade cultural tão presente nos territórios brasileiros.

No norte brasileiro muitos costumes e ritmos são provenientes das culturas dos escravos e dentre os de maior destaque temos o carimbó. O Carimbó surgiu em Belém através de influências antigas negras e que hoje influencia novos ritmos como a lambada e também o zouk.

 

ritmo carimbó norte do Brasil

O nordeste foi o berço da colonização portuguesa e os ritmos mais marcantes e conhecidos são: o frevo, maracatu, xaxado, bumba-meu-boi, tambor-de-crioula e o forró e suas variantes. O frevo, criado com origens no estado de Pernambuco pelos brasileiros, e é uma mistura dos ritmos maxixe, capoeira e marcha e se caracteriza por um ritmo acelerado, muito praticado na época do carnaval.

 

ritmo frevo nordeste Brasil

Alguns dos ritmos brasileiros mais marcantes no território Centro Oeste são: cururu, polca de carão, catira e o sertanejo. Na região sudeste os ritmos são muito conhecidos: Bossa Nova, samba, choro, lundu e pagode. O samba tem sua origem no Rio de Janeiro, e suas principais raízes vêm de vários ritmos africanos, que com o passar do tempo foram evoluindo e ganhando novas formas, conhecidas como variações do samba.

 

ritmo samba sudeste brasil

A região sul concentra muitos habitantes de colônias alemãs, italianas, ucranianas e polonesas, que influenciam diretamente nos principais ritmos. Entre eles estão: vanerão, milonga, chula, chamamé e o fandango, sendo o último muito comum em Portugal e na Espanha.

 

ritmo fandango sul do Brasil

A cultura brasileira possui muitos outros ritmos como o xote, xaxado, baião e muitos outros que são variantes dos principais, responsáveis por esta cultura tão diversificada e maravilhosa.

Cada país e região possuem a sua cultura, costumes e ritmos. Porém um mesmo ritmo pode ter nomes diferentes, de acordo com a região, por isso é interessante conhecer os ritmos sem denominá-los.

Dicas Sobre Ritmos no Violão

Tocar um ritmo em um instrumento é algo muito pessoal, que vai de acordo com o gosto e estilo de cada um. Não existe certo ou errado, mas é preciso ficar atento a algumas coisas e praticar.

1ª Apurar a Percepção Musical: O desenvolvimento da percepção musical se dá através de treinamento auditivo. É preciso treinar o ouvido para, por exemplo, identificar as notas que estão sendo tocadas. E uma boa maneira de desenvolver a percepção musical é através da memorização, criando uma memória musical.

2º Treinar os Ritmos: Conheça e treine várias músicas com várias técnicas e ritmos diferentes.  E com a prática e alguns exercícios é possível treinar sua coordenação motora, apurar os seus ouvidos, melhorar sua percepção musical e tocar o ritmo da sua música favorita ou qualquer tipo e música.

3ª Treinar com um Metrônomo: Para quem quer se desenvolver no campo do ritmo é interessante sempre treinar usando um metrônomo.  O uso do metrônomo auxilia os estudantes no treinamento do tempo e oferece precisão para o aluno treinar e desenvolver sua percepção auditiva e coordenação motora.

Entenda que o progresso vem com o tempo e treino, pois no início é tudo mais difícil e você errará muito, entretanto a tendência é que fique você muito bom com o tempo. Então, não desista!

CLIQUE AQUI E INFORME SEU E-MAIL

Veja também “COMO MELHORAR SUA PERCEPÇÃO MUSICAL”.

danieldarezzo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *