VIOLÃO EMPENADO, TRASTEJANDO OU QUEBRADO: O QUE FAZER?

Existem vários defeitos que podem acontecer no violão, e devido alguns deles parecerem muito simples as pessoas acabam achando que podem consertar em casa, enquanto na verdade não imaginam que podem prejudicar ainda mais o instrumento. Sempre queremos arrumar um jeitinho de consertar ou ficamos sem saber o que fazer. Por isso, hoje vamos falar sobre alguns desses defeitos, o que fazer e como prevenir para que eles não aconteçam. Confira!

VIOLÃO EMPENADO

Se seu violão está com o braço torto é porque ele está empenado. Um braço de violão empenado desafina o instrumento, deixando as notas fora de tom em determinadas posições. Se o braço do seu violão estiver muito deformado, isso dificultará e tornará muito demorada a correção da afinação das notas.

Você pode até tentar afinar as cordas soltas de um violão empenado, mas quando tocar as notas apertando as casas verá que elas não estarão chegando à afinação correta.

 

AULA DE VIOLÃO

VIOLÃO TRASTEJANDO

Outro problema, dependendo da gravidade da deformação, é o zumbido do traste. Isso acontece quando as cordas ao vibrar encostam nos trastes do violão e isso faz com que o som não continue ou saia “sujo”.

Um dos motivos do violão trastejar é quando os trastes do violão não estão nivelados, ou seja, possuem alturas diferentes e a corda ao ser tocada acaba esbarrando em um traste mais alto, causando esse efeito tão indesejado. Às vezes, o instrumento já é mais antigo e os trastes de uma região da escala já estão gastos. Outras vezes, a regulagem do braço do violão está causando trastejamento, pois a curvatura do braço faz com que a corda esbarre em duas regiões da escala do instrumento ao mesmo tempo. Ou até mesmo a troca das cordas por outras com tensões diferentes podem fazer as cordas do violão trastejarem.

 MADEIRA RACHADA

Alguns violões ao sofrerem pancadas, podem ficar com a madeira torta ou rachada em diferentes lugares. Esse é um dos problemas mais difíceis de reverter, já que dependendo da gravidade não compensa financeiramente levar para algum profissional consertar, pois o valor pode ficar alto e o instrumento não ficar perfeito. O melhor seria comprar outro violão ou tentar, mesmo assim, fazer um orçamento para conserto, pois existem luthiers muito bons que podem conseguir consertar e deixar o instrumento de forma que se possa usar e afinar corretamente.

 

AULA DE VIOLÃO

 

BRAÇO OU TAMPA DESLOCADOS

Estes são defeitos que poderão ser consertados, mas exigem certo nível de cuidado e precisão.  Existem colas específicas para estes procedimentos, porém uma vez que você colar o violão de forma errada ficará mais difícil de consertar. O mais aconselhável é levar para um luthier consertar.

O QUE FAZER?

Se seu violão está quebrado, empenado, trastejando ou com qualquer outro defeito, o melhor a se fazer é encontrar um bom luthier, que seja de confiança e com experiência na área, para que ele possa consertar seu violão. Somente tente, em casa e sem se preocupar, trocar as cordas de seu violão e/ou algumas peças simples como tarraxas por exemplo. Jamais tente consertar algum problema de madeira sozinho, pois você pode deixar o violão com algum defeito que prejudique a afinação, som, performance e etc.

 CUIDADOS COM O VIOLÃO

Todo instrumento tem sua sensibilidade, por serem feitos de partes finas de madeira. Porém, acidentes acontecem, mas existem alguns procedimentos que farão com que seu violão dure por muito tempo.  Vejas as dicas no vídeo abaixo!

Veja também “COMO TROCAR OS ACORDES NO VIOLÃO COM FACILIDADE”.

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Compartilhe com os amigos, curta nossa página no Facebook!

danieldarezzo

2 Comments

  1. VIOLÃO EMPENADO – BRAÇO EMPENADO –
    Deixe o violão de costas ( cordas para baixo), pode ser no chão em cima de algum jornal. Em cima dele, bem naquela parte da junção do braço com o corpo do violão, coloque peso de 15-20 kg ou mais, e deixe por semanas. Ele deve voltar ao normal.
    Eu estou conseguindo fazer isso com um Di Giorgio e está dando certo.

  2. Qualquer tipo de conserto no violão deve ser feito por profissional habilitado. Você pode usar táticas caseiras e pode até dar certo, mas nada melhor do que levar a um luthier e solicitar sua garantia pelo serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *