O QUE É HARMÔNICO ARTIFICIAL?

Os harmônicos dão um colorido especial às melodias e para quem deseja solar e/ou fazer algumas técnicas mais elaboradas no violão é bastante interessante aprender sobre os harmônicos. Por isso, hoje vamos falar sobre os harmônicos artificiais. Confira!

Uma nota tocada no violão é composta por uma mistura de sons e cada um deles é um harmônico. Dessa forma, os harmônicos são essenciais para realizar novos timbres e novas séries de notas musicais no violão.

Os harmônicos são classificados em Harmônicos Naturais e Harmônicos Artificiais. Vimos no poste anterior sobre a série harmônica e o que são Harmônicos Naturais, portanto hoje vamos entender melhor sobre os Harmônicos Artificiais. Veja:

O QUE É HARMÔNICO ARTIFICIAL?

Os harmônicos artificiais são realizados com a corda do violão presa e executados com a mão direita (destros) utilizando uma palheta. Eles podem ser feitos em qualquer corda e em qualquer casa, porém na região do meio do braço do violão é mais fácil.

Podem ser produzidos palhetando e encostando simultaneamente a unha ou pele do dedo da mão direita na corda. Ao fazer isso, a qualidade da vibração da corda muda e consequentemente evita que a nota fundamental soe.

 

HARMONICO ARTIFICIAL NO VIOLAO

Ou também pode ser feito palhetando  e depois encostando o polegar da mão direita na corda. Mudando a posição da palhetada muda o harmônico. A técnica para obter um harmônico artificial é simples, porém requer prática. Veja bem:

Primeiramente, você deve palhetar normalmente a corda desejada, com um movimento mais curto possível. Depois, é preciso girar levemente a mão que está segurando a palheta para que a lateral do polegar encoste na corda, abafando-a levemente.

Ao praticar você irá perceber que existe uma melhor posição na corda para pode palhetar e que pode obter diferentes sons para uma mesma nota através dos harmônicos artificiais.

 QUAL A DIFERENÇA ENTRE HARMÔNICO NATURAL E HARMÔNICO ARTIFICIAL?

Quando uma corda vibra, ela vibra em toda a sua extensão e produz som. Essa mesma corda pode ser dividida em várias partes iguais ao tocá-la e cada uma dessas vibrações emitem sons com frequências diferentes, cada vez mais agudas.

 

HARMONICO ARTIFICIAL NO VIOLAO

Por exemplo, para dividir a corda em três pedaços iguais, basta posicionar o dedo sobre o sétimo traste e tocar a corda. Como ela foi dividida em três, existe mais uma posição que fornece o mesmo harmônico; o décimo nono traste.

Dessa forma, o principio básico aplicado é o mesmo para os harmônicos naturais e artificiais. A única diferença é a forma como são obtidos. Para obter um harmônico natural no violão é só tocar qualquer corda solta e em seguida posicionar levemente o dedo indicador da mão direita sobre um determinado traste do violão, sem pressionar a corda.

Já para obter um harmônico artificial é necessário palhetar a corda, e imediatamente depois colocamos a borda do dedo polegar da mesma mão sobre a posição desejada.

Um bom violeiro deve executar com destreza os harmônicos e para isso já sabemos que a única solução é o treino contínuo.

Ficou um pouco confuso? Não conseguiu entender direito? Então veja sobre os HARMÔNICOS NATURAIS que irá te ajudar a entender melhor.

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Pesquise em nosso Blog e compartilhe com os amigos. Curta nossa página do Facebook.

danieldarezzo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *